Sobre Kemla e o Caçando Estórias

Pernambucana radicada no Rio de Janeiro, é educadora, percussionista, arteterapeuta em formação e estudou Dança na UFRJ.  Participou de vivências e cursos com grandes mestres da narração oral e literatura infantil, como Ebomi Cici de Oxalá, Vanda Machado, Francisco Gregório Filho, Sonia Rosa. Trabalhou na produção do I Encontro Internacional CAIXA de Contadores de Histórias (CAIXA CULTURAL - Salvador), participou da Caravana Paixão de Ler pela Secretaria de Cultura da Cidade do Rio de Janeiro e outros.

Milita pelos direitos dos povos de terreiro e realiza itinerância de espetáculos para crianças em terreiros tradicionais do RJ e PE. Atuou  em clipes musicais como "Nayawa" do nigeriano Oghene Kologbo (ex guitarrista do Fela Kuti). Criou o primeiro podcast e canal no Youtube dedicado as afro-brasilidades  para as crianças, suas famílias e educadores .

CAÇANDO ESTÓRIAS é  uma proposta de arte e educação para a diversidade  e negócio social que foi idealizado há 12 anos pela educadora e contadora de estórias Kemla Baptista. É constituido por ações multidisciplinares que relacionam contação de histórias, literatura, audiovisual, teatro de objetos, música e dança através das africanidades. Uma iniciativa que surgiu em consonância com a Lei 10.639/03, e como o próprio nome sugere, coloca a criança no patamar de desbravadora do universo das tradições afro-brasileiras e agente criadora de arte.

 

Ações Afirmativas

NOS TERREIROS

Os territórios sagrados das comunidades de terreiro do Rio de Janeiro, deram bases para o nascimento do Caçando Estórias. A partir de 2008, iniciou-se uma itinerância por casas de Candomblé da tradição Ketu na capital carioca e da baixada fluminense.  As oficinas Atividades em grupo com base em algumas práticas da arteterapia. O conceito é um ateliê coletivo em que as crianças reproduzem plasticamente os símbolos do que estão ligados ao conceito das estórias apresentadas.

NAS ESCOLAS

Nos espaços escolares, são realizadas mediações de leitura, ateliês criativos para a criação de textos e suportes plásticos para contar histórias, rodas de contos e conversas com crianças e jovens considerando o processo de ensino-aprendizagem a partir de referências dos mitos e da ancestralidade da matriz cultural afro-descendente e seus modelos exemplares e arquetípicos traduzidos e atualizados em princípios e valores étnicos e de cidadania brasileira. A ação nas escolas constrói meios de garantir a aplicabilidade da Lei Nº 10.639/03. Com o passar do tempo as atividades do Caçando Estórias em escolas foram também replicadas em ONG's, museus, centros culturais do Rio de Janeiro, São Paulo e Pernambuco.

OFICINAS E VIVÊNCIAS

As oficinas Atividades em grupo com base em algumas práticas da arteterapia. O conceito é um ateliê coletivo em que as crianças reproduzem plasticamente os símbolos do que estão ligados ao conceito das estórias apresentadas na sessão de estórias.

PALESTRAS

Nas palestras Kemla Baptista, criadora do Caçando Estórias, compartilha sua experiência como educadora, contadora de histórias, criadora de conteúdo digital e empreendedora social. Já esteve em Universidades públicas e particulares, escolas públicas, museus e eventos ligados a inovação falando sobre temas como educação antirracista, oralidade e literatura infantil, diversidade cultural e representatividade negra, maternagem, promoção da leitura, formação docente para a diversidade étnico racial e sobre criação de conteúdo afro referenciado para a infância na internet. 

 
  • Instagram ícone social
  • Preto Ícone YouTube

contato@cacandoestorias.com  |  +55 81 98369-9200

Licenciando para Caçando Estórias © 2020 por Kuumba Iniciativas Culturais.