Os territórios sagrados das comunidades de terreiro do Rio de Janeiro, deram bases para o nascimento do Caçando Estórias. A partir de 2008, iniciou-se uma itinerância por casas de Candomblé da tradição Ketu na capital carioca e da baixada fluminense.  As oficinas Atividades em grupo com base em algumas práticas da arteterapia. O conceito é um ateliê coletivo em que as crianças reproduzem plasticamente os símbolos do que estão ligados ao conceito das estórias apresentadas.

Nas Escolas

Oficinas e Vivências

Nos terreiros

palestras